Olho seco – Causas e sintomas

A secura ocular é uma patologia que afeta milhões de pessoas. Mas afinal, quais são as causas principais de olho seco? Muitas atividades diminuem o ritmo de pestanejo, que leva ao olho seco. A mais notória nesta categoria é a utilização prolongada de computador, telemóvel ou tablet. Mas há mais.

  • Exposição a fumo (por exemplo: fumo de tabaco)
  • Exposição a fontes de calor (lareiras, churrasqueiras, etc)
  • Exposição a agentes irritantes (vapores de álcool, desinfetantes, detergentes, lixívia, amoníaco...)
  • Vento e altas temperaturas com baixa humidade
  • Poluição atmosférica
  • Má alimentação
  • Alergias
  • Uso abusivo (pronlongado) de lentes de contacto
  • Alterações hormonais (menopausa, etc)
  • Idade avançada
  • Doenças auto-imunes como Artrite reumatoide, lúpus, síndrome sjogren, etc...
  • Efeitos laterais de medicamentos (colírios: particularmente se incluírem conservantes; medicação para algumas doenças como alergias, asma, hipertensão arterial, azia e alguns indutores do sono/ tranquilizantes...)
  • Patologias palpebrais como blefarite, ectropion, entrópion (...)
  • Cirurgias oculares

Os sintomas de olho seco

Os sintomas de olho seco variam de pessoa para pessoa e podem incluir irritação ocular com olho vermelho, sensação de picadas, ardência, prurido (comichão) entre outras manifestações de desconforto ocular. Outros sintomas são a intolerância a lentes de contacto, visão turva principalmente durante a leitura, lacrimejo secundário à irritação causada pela secura ocular e, entre outras, secreções palpebrais

Pequenas alterações no seu dia-dia podem ter enormes reflexos no seu conforto ocular. O tratamento das causas subjacentes, aliado à utilização de lubrificantes oculares permite na maioria dos casos a restituição do conforto ocular e qualidade de visão. Se tem sintomas de secura ocular, procure ajuda do seu médico oftalmologista.


Publicado in impala.pt